10.9.13

Latitude Adjustment - Climbing Magazine (Tradução)

Fala Galera!

Para hoje temos a tradução que fiz de uma matéria da Climbing Magazine, Latitude Adjustament. A matéria fala de 6 lugares quentes para se escalar no inverno. Apesar de não termos neve e muito frio no nosso inverno, achei a matéria interessante, e com várias dicas de quem quer escalar num destes lugares!


Para aqueles que vivem para o inverno, este é o momento para botar os crampons e piolets para fora, rezar por muito gelo (ou por dias com fina neve seca), e brindar com escuras, bem envelhecidas cervejas.Mas para muitos escaladores, o clima frio, dias curtos, e montes de neve no penhasco local pode fazer voltar para dentro. Literalmente. Mas você pode somente puxar tanto plástico. Quebre a rotina de tempo frio em um desses paraísos de escalada, onde o sol quente e um cenário tropical são garantidos. Bonus: Não há voos superiores a 700 dólares, nem grandes mudanças por causa do fuso horário. Só pedra nível mundial. Coloque para fora os chinelos, embale o seu rack, e se mexa.

 Porto Rico

Bryant Huffman, Sexy Elf (5.10a). Foto: Tomas Donoso

Porto Rico tem muitas escaladas em pouco mais de 9000km quadrados, e é chamada de "ilha do encanto" por uma boa razão, com praias paradisíacas do Caribe, mais de 300 picos de montanhas e rios subterrâneos. As temperaturas ficam em torno de 20°C a 28 °C durante todo o ano, e a estação chuvosa termina no final de dezembro.

A ilha tem quatro áreas de escalada em calcário. A área de  Nuevo Bayamón tem mais de 100 escaladas esportivas com graduação de 5.7 a 5.12d, variando de curtas e fortes para negativos. As outras áreas (Caliche, Rosario Peñón e Relincho) oferecem um estilo ginástico de puxadas. As trilhas são bem marcadas e curtas.


Vias Recomendadas:

No Refund (5.8), Bianca Nieves (5.9), Independence Day (5.9), Horizontal Limit (5.10d), Pangea (5.11a), Grafitti (5.11c), Chocolate Sky (5.11d), Shanghai Bombay (5.12a), ¡Mira, Claro Que Sí! (5.12a).

Equipamento:

Corda de 60m, costuras, e um jogo de camalots, são úteis nas vias mistas. Algumas vias possuem uma proteção antiga com fitas, vale a pena levar por precaução algumas, no caso de necessitar trocar.Guias de escalada grátis para Bayamón, Caliche, and Rosario Peñón estão disponíveis graças a Adventuras Tierra Adentro, uma loja de escalada localizada a 15 minutos do aeroporto de San Juan (aventuraspr.com). A loja também vende equipamentos de escalada.

Onde Ficar:

Os penhascos de Porto Rico estão todos dentro de um 1,5 horas de carro de San Juan. O Palace Hostel em San Juan tem acesso Wi-Fi gratuito, pequeno-almoço de cortesia e lavanderia (thepalacehostel.com). Acampamentos públicos nas florestas estaduais estão mais próximos dos penhascos. Floresta Estadual do Cambalache é de 45 minutos de Caliche e a Floresta Estadual de Susua é de 35 minutos de Rosario Peñón. Licenças para acampar nas florestas estaduais são emitidos através do Departamento de Recursos Naturais e Ambientais (drna.gobierno.pr).A Floresta Nacional El Yunque é cerca de uma hora de San Juan e Nuevo Bayamón, o camping é subdesenvolvido e disperso por todo o parque. O Centro de Informação Palo Colorado entrega autorizações de campismo gratuito e tem água corrente (fs.usda.gov/main/elyunque/home).

Dias de Descanso:

Confira a Isla de Vieques, a 10km da costa sudeste de Porto Rico, por meio de um curta viagem de ferry boat (Vieques-island.com/viequesferry.shtml). O refúgio nacional de vida selvagem possui 17.800 hectares, e é o lar de diversos ecossistemas e espécies ameaçadas de extinção, incluindo peixes-boi antilhanos e tartarugas marinhas-de-couro (fws.gov/Caribe/Refúgios/Vieques). Depois de caminhar através do refúgio, brinque nos boulder's da ilha e passe a noite para conferir sua baía bioluminescente brilhante. Vieques Adventure Company tem passeios com canoas em policarbonato transparente (viequesadventures.com).

Oahu, Hawaii

 

Justin Ridgley, Arch perto de Ka'ena Point, Oahu. Foto: Eddie Gianelloni

Com média de temperatura diária oscilando em torno de 22°C durante todo o ano, condições de escalada do Havaí são quase sempre sonhadoras. A maior parte da escalada do Hawaii é na costa norte de Oahu, com a maioria da rocha ao longo da ilha de 50 quilômetros de praias. "Todos são super amigáveis", diz Mike "Bugman" Richardson, que tem aberto várias vias na ilha. "Estamos todos contentes de ajudar os visitantes e mostrar-lhes ao redor."

Embora o estado tenha fechado recentemente duas áreas de escalada (detalhes abaixo), a escalada abunda em muitas outras áreas de boulder e escaladas esportivas. Waimea Bay, a 45 minutos de Honolulu, tem boulder único em preto, com rochas vulcânicas em cima da praia, com highballs até de 11 metros. O estilo varia de slab até overhangings, com fendas, buracos, e arestas. E as famosas ondas de Waimea mantêm a mudança dos problemas. "Ondas grandes no North Shore, dia-a-dia, depositam e removem algo em torno de 3 metros de areia da base da área de boulder", diz Richardson. "Assim, uma via que tinha 5 metros de altura esta manhã, pode ser de 9 metros de altura na próxima semana." Buried Treasure (V1) é assim chamado porque ele desaparece sob a areia há alguns anos.

Dentro dos limites da cidade de Honolulu, vale uma visita aos boulders urbanos em Wa'ahila Ridge. Localizado logo acima do campus da Universidade do Havaí, os boulders de Wa'ahila percorrem longas e cavernas desafiadoras desenvolvidas pela equipe Aloha subida em 2009. Para aqueles que procuram a corda, o Jungle Canyon tem mais de duas dezenas de vias esportivas e tradicionais em colunas de basalto íngremes, situadas na base das Montanhas Waianae.

Vias Recomendas:

Monkey Arête (5.9), Wasp Central (5.10b), Jungle Fever (5.12a), Groove Tube (V0), Buried Treasure (V1), Parlay (V2), The Root Route (V2), Bird Cage (V3), T-Rex (V4/5), Da Cave (V5)

Equipamento:

Corda de 60m e costuras, mais alguns mosquetões para escaladas tradicionais em Oahu. Alugue crashpads, capacetes, and cadeirinhas na Climb Aloha (climbaloha.com). Eles podem providenciar os mapas; mais betas em rockclimbinghawaii.com. Ou confira no Volcanic Rock Gym (volcanicrockgym.com).

Onde Ficar:

O Havaí é caro, mas possui acessíveis parques de camping estaduais e municipais espalhados pela ilha (camping.honolulu.gov). Por causa da alta freuência, os campings fecham as quartas-feiras e quinta-feiras, dando tempo a natureza para se recuperar. Planeje adequadamente. Ou olhe o Ke Iki Bungalows, a menos de 2km da baía de Waimea (keikibeach.com).

Dias de Descanso:

Não deixe de visitar o Museu Memorial Pearl Harbor e o Centro de Visitantes (pacifichistoricparks.org). North Shore de Oahu tem o melhor surf da ilha — iniciantes devem ir para o sul para terem aulas nas ondas de Waikiki.

Logística:

Alugue um carro, ou use o sistema de transporte público de Oahu, que permite o acesso a toda ilha.As áreas de escalada de Noth Shore estão de 45 minutos a 1 hora de ônibus do aeroporto.

Problemas de acesso em Oahu: Depois de um acidente de avalanche em 2012, que quase matou uma jovem no Mokuleia, a Secretaria Estadual de Terras e Recursos Naturais fecharam a área, que era a formação mais popular do Havaí. Seguindo o exemplo, o Departamento de Homelands fechou a acesso de escaladas a Makapu'u Point.

Escaladores locais e do Fundo de Acesso estão trabalhando para reabrir essas áreas. "Neste momento, estamos nesse tipo de jogo de espera", diz o diretor de Acesso Fundo política RD Pascoe, que recomenda que os escaladores interessados ​​escrevam cartas para as secretarias estaduais (informação de contato em accessfund.org).

El Potrero Chico, México

Mandoline Masse-Clark, Surfarosa (5.13a). Foto: Rich Wheater

El Potrero Chico, no nordeste do México detém algumas das melhores escalada esportivas do mundo. Nos meses de inverno, as temperaturas caem a partir de extremamente quente para ameno e agradável, e o calcário cinza de alta qualidade se faz a escalada incrível, de dia ou de noite. "Muitas escaladas de lua cheia acontecem", diz Dane Baixo, autor do guia de escaladas de El Potrero Chico . "A lua aparece portrás de suas costas e ilumina completamente a parede."

Rodeada por falésias de até 600 metros de altura e deslumbrantes paisagens do deserto, Potrero atrai escaladores de todo o mundo. As aproximações no canyon são geralmente curtas, e os moradores são simpáticos e acolhedores para os escaladores. A cidade vizinha de Hidalgo tem cafés, restaurantes com excelentes pratos locais e acomodações confortáveis.

Vias Recomendadas:

Mr. Fluffer’s Wild Ride (5.9), Will the Wolf Survive? (5.10a), Treasure of the Sierra Madre (5.10c), Estrellita (5.11a), The Devil’s Tongue (5.12a), Guppie (5.12b).

Equipamento:

Corda de 70m e costuras você vai subir e descer com segurança a maioria das vias, embora um  pequeno jogo de móveis vai abrir mais algumas opções . Encontre guia de Bass, The Whole Enchilada (US$ 36, potrerokrew.com), em muitas lojas nos Estados Unidos.

Onde Ficar:

Opções de hospedagem não faltam em Hidalgo, que fica a cinco minutos das escaladas. La Posada aluga campings, quartos particulares, e casitas que acomodam quatro pessoas. Ele também oferece uma cozinha comunitária, restaurante, piscina, aulas de yoga, massagens, transporte para o aeroporto e aluguel de bicicleta (elpotrerochico.mx).

Dias de Descanso:

Uma excursão para as fontes de água quente é uma boa maneira de relaxar os músculos doloridos, visite termasdesanjoaquin.com.mx para a localização. Não deixe de conferir o La Hacienda del Muerto. A fazenda tem mais de 400 anos de idade, e tanto sua arquitetura e sua história são excitantes. Grande parte da propriedade foi colocada às ruínas durante a revolução mexicana, e é considerado por alguns a ser assombrada (potrerochico.org/lista/hacienda-delmuerto).

Moeda:

Dólares são facilmente trocados por pesos mexicanos. Uma vez que você está no país, viagem, alimentação e acomodações são relativamente baratos.

Logística:

Passaporte necessário. Várias companhias aéreas voam de grandes cidades dos EUA para Monterrey, a 35 minutos de carro de El Potrero Chico. Os viajantes podem tomar um ônibus para Hidalgo (oma.aero/en/aeroportos/Monterrey/passageiros/serviços/táxi). Os viajantes que atravessam a fronteira de carro devem estar com passaporte, título de carro, e um cartão de crédito ou débito, tudo sob o mesmo nome. Aqueles que inda estiverem fazendo o pagamento do carro, deverão obter uma nota de permissão do banco. Encontre um guia on-line em potrerochico.org.
Devido ao aumento da atividade de cartel de drogas, Monterrey pode ser perigoso, embora aqueles que viajam diretamente do aeroporto para Hidalgo não devem encontrar problemas. Aposta mais segura: registrar e verificar regularmente com o consulado local (monterrey.usconsulate gov/information_for_travelers.html).


Virgin Gorda, British Virgin Islands 


Jon Wasser, Apeman (V5). Foto: Rich Crowder

A ilha mais oriental das Ilhas Virgens Britânicas, Virgin Gorda tem boulders suficientes para fazer qualquer escalador, e todas as áreas possuem a energia de relaxamento do Caribe.  "Essa cultura descontraída da ilha realmente combina bem com a cultura da escalada", diz Rich Crowder, autor do guia da área. As praias de Virgin Gorda são repletas de  boulders, todos a curta distância . As temperaturas médias variam de 19°C a 26°C nos meses de inverno , e nunca ficam abaixo de 15°C.

A ilha oferece pedras de granito com três estilos distintos. Rochas perto do oceano são suaves, com grandes bolsos. Mais para o interior é puro atrito, com uma "crosta cozida com uma quantidade absurda de textura", diz Crowder. O terceiro tipo combina as duas primeiras: A crosta descascada, erosão e lascado, formando frisos interessantes e superfícies irregulares. Enquanto a escalada é divertida e variada, não espere rotas difíceis. "A maioria da escalada é moderado", afirmou Crowder. "Com o calor, é difícil estabelecer problemas difíceis." Venha preparado com uma mentalidade R & R.

Vias Recomendadas:

Banyan Arête (V0), Spring Bay Crack (V1), The Scuttle (V3), Fire in the Sky (V4), Peebles (V6), Ribbed For Pleasure (V9).

Equipamento:

Traga o magnésio, mas não crashpads. Eles são um incômodo de checar nos voôs, Guavaberry Spring Bay Resort os aluga, e muitos boulders possuem a base plana a arenosa. Procure pelo guia de Crowder, A Guide to Bouldering and Traveling the Virgin Islands, in January (US$ 20, fixedpin.com).

Onde Ficar:

Guavaberry Spring Bay Resort é o favorito dos escaladores: Os bangalôs 1 e 2 são, literalmente, a alguns metros de vários boulders e uma curta distância de várias escaladas da ilha. Guavaberry também tem uma mercearia, e é tão acessível como alojamento fica. Trazer dinheiro, cartões de crédito não são aceitos (guavaberryspringbay.com). Camping não é permitido na ilha.

Dias de Descanso:

Não perca os Banhos: pequenas piscinas de banho rodeado por boulders. Escaladores irão desfrutar o potencial do boulder, mas também é divertido para passear no labirinto natural. Kiteboarding é popular ao norte da ilha. Aluguel e aulas estão disponíveis no Bitter End Hotel (caribkiteboarding.com).

Moeda:

O dólar dos EUA é a moeda legal da ilha. Virgin Gorda pode ser caro, mantenha os custos baixos dividindo um bungalow ou villa e as despesas de alimentação com os amigos.

Logística:

Passaporte necessário. Voar para São Tomé, e depois apanhar um ferry para Spanish Town em Virgin Gorda. Ferries operam apenas às terças-feiras, quintas e sábados. Quase todo o boulder está a uma curta distância do Guavaberry Spring Bay Resort. Alugue um carro para acessar as áreas mais remotas.

Suesca, Colômbia


Viviana Gomez Vega, El Ocaso de los Idolos (5.12d).  Foto: Alain Denis/Tandem Stock

Com mais de 400 vias, um clima temperado, fácil acesso, e arenito de qualidade, não é nenhuma maravilha Suesca ser considerado o berço da escalada da Colômbia. Janeiro e fevereiro são os meses mais secos, e as temperaturas pairam a 21°C durante todo o ano. Penhascos de Suesca são fáceis de encontrar, através de uma caminhada de 10 minutos ao longo de trilhos de trem. Apesar de bem desenvolvido, a área tem preservada uma sensação de beleza robusta da montanha que vai atrair intrépidos viajantes.

O Rocas de Suesca, com cerca de 20 penhascos em 2,5 milhas, tem  arenito granítico, com algo para todos, fendas, lacas, tetos, arestas e muito mais. A maioria das rotas são protegidos por equipamento móvel; apenas algumas são totalmente fixas. A maiorias das vias é somente de uma enfiada, mas algum vias podem ter até quatro enfiadas.

Vias Recomendadas:

Suerte (5.8), El Acróbata (5.9), Inti Rami (5.10a), Azul Turbio (5.10a), Mandahuevix (5.10c), Curly & Moe en el Planeta de los Simios (5.11a), Green Master (5.11c), Nueva Era(5.11+).

Equipamento:

Algumas lojas especializadas se estabeleceram perto das rochas, porém elas abrem somente aos finais-de-semana, quando os escaladores aparecem na cidade. Pare na MonoDedo (monodedo.com) para equipamentos e o guia em espanhol, Escaladas en Suesca y Valle de los Halcones. Ou dê uma olhada no guia online de Suesca (suesca.com/en/rockclimbing).

Onde Ficar:

Suesca possui muitos campings, albergues de estilo dormitório e pensões, com banheiros compartilhados e cozinhas. El Vivac Hostel é gerido pelo escalador local, Katty Guzmán, fornece orientação, e até mesmo aluga bicicletas para dias de descanso(elvivachostal.com).

Dias de Descanso:

Pegue um ônibus de duas horas para Bogotá para atrações culturais e vida noturna agitada, ou permaneça no local e alugue bicicletas e mapas de trilhas nas lojas próximas. Para uma diversão geológica, confira as minas de sal de Zipaquirá, a 1,5 horas de carro de Suesca. A maior atração é, sem dúvida, a Catedral de Sal, um templo construído a 200 metros de profundidade (www.bogotaturismo.gov.co/en/Zipaquirá-s-saltcathedral).

Moeda:

O peso colombiano tem uma taxa de câmbio favorável, e os baixos custos de vida para os padrões do primeiro mundo, fazem orçamento da viagem confortável.

Logística:

O passaporte é exigido, com uma estadia de 90 dias no máximo, e a Colômbia cobra um imposto de 33 dólares de saída. Os ônibus saem regularmente a partir do centro de Bogotá Portal do terminal Norte a Suesca (transportesalianza.jimdo.com). Os penhascos estão apenas a 15 minutos de caminhada do centro de Suesca.

Cayman Brac

Penhascos de calcário de Cayman Brac impressionaram piratas, marinheiros e colonos britânicos desde logo após os dias de Columbus. E o "Brac" - palavra gaélica para blefar -, continua a inspirar os aventureiros. Escaladores abriram falésias íngremes em calcário na ilha nas duas últimas décadas, mas seu potencial é pouco explorado. "A escalada é de classe mundial", disse o desenvolvedor John Byrnes. "Ainda há um número ilimitado de escala a ser feita". Com uma população residente permanente de menos de 2.000, a ilha não tem televisão, o serviço de celular é irregular, o e acesso à Internet é limitado.

O Brac tem atualmente mais de 60 vias de até 150 metros, variando 5.7-5.12+. Bolsos são características primárias das falésias. Várias vias estão localizadas no Point, onde a parede cai direto no oceano e requer um rapel para acessar à escalada. Ascensores são uma boa idéia, e a única maneira de salvar. A maioria dos outros rochedos são acessíveis através de uma caminhada fácil, mas algumas aproximações requerem travessias em riachos; Byrnes recomenda luvas e botas.

Vias recomendadas:

L’ Orangerie (5.8+), Shiver Me Timbers (5.10b), Throwing the Tortuga(5.11b), Out of Africa (5.11d), Leapin’ Lizards (5.11d), Chicken of the Sea (5.12a).

Equipamento:

Corda de 60m e costuras. Guia impresso em climbcaymanbrac.com.

Onde Ficar:

Byrnes aluga o Bluff View Climber's House (climbcaymanbrac.com/alojamento), com dois quartos equipados com cozinhas. Guia digital Byrnes também recomenda algumas outros alojamentos de escaladores se o Bluff View estiver lotado. O camping nas Ilhas Cayman é ilegal.

Dias de descanso:

O baixo desenvolvimento do Brac faz com que sua vida noturna seja insignificante, mas o mergulho e snorkeling são espetaculares. Ou caminhada ou bicicleta pelas 35 trilhas demarcadas da ilha. O Brac Reef Beach Resort aluga equipamentos de mergulho e bicicletas (bracreef.com). Para outras atividades, Byrnes recomenda sair na praia, observação de estrelas, explorar cavernas da ilha, fazendo amizade com os pescadores locais, e comprar o pescado fresco para um churrasco à noite.

Moeda:

O Dólar das Ilhas Cayman (CI$) possui taxa de câmbio fixada a CI$ 1,00 para cada US$ 1,25.  O dólar amricano também é aceito em qualquer lugar, mas esteja preparado para receber o troco em dólar das ilhas cayman.

Logística:

Estão disponíveis voôs diretos de Miami para Cayman Brac. Other U.S.-based flights will likely have a short stopover on Grand Cayman. As a British Crown Colony, a passport and return ticket are required. Renting a car is mandatory to access the climbing areas, and U.S. visitors need to obtain a temporary Cayman license for $7.50.
Corrosão de bolts: Um dos maiores perigos que enfrentam os escaladores em locais tropicais é o equipamento corroído. Água salgada, ar, e a rocha corroem o aço inoxidável, fazendo com que os parafusos se quebrem facilmente. Mesmo um "pega" pode resultar em fracasso. Muitas vezes, a corrosão ocorre de dentro, o que torna impossível de se ver. Consultar guias e moradores para garantir que todo equipamento que você está escalando é seguro e atualizado, como o titânio em vez de aço inoxidável.